Vozes Sem Terra -> Imagens & Vozes -> Por mídia -> Poemas

English | Português

As Imagens e as Vozes da Despossessão: A Luta pela Terra e a Cultura Emergente do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra)

Língua:

Português (change language to English)

Esta página:

Cultura emergente por tipo de mídia -> Poemas 46 recursos (Editado por Else R P Vieira. Tradução © Bernard McGuirk.)

AnteriorAnterior    recurso: 5 de 46    Seguinte

Este recurso se encontra também em:

Cultura: Ícones, símbolos e monumentos

Autor:

Zé Pinto

Título:

A caminho de Canudos

Pra onde vais conselheiro
Nessa peleja medonha
Construindo a decisão
De rasgar campos desertos
De ternura e plantação

De conduzir sua gente
A pegar arma e semente
E combater um dragão
Valente como o demônio
Maldito como a ganância
Que aprendeu roubar do povo
Direito de ter pão

Batalhões de maltrapilhos
Sonhadores, povo ordeiro
Nos trilhos, sangue e pólvora
Pela ação indecorosa,
Do exército brasileiro

Mas a caneta escreveu, mesmo entre os estampidos,
Pois quem luta por justiça
Dificilmente é vencido
Soldados embasbacados e oficiais perdidos
Mas embebido em vingança, o dragão urrou de raiva

Muito mais metralhadoras
Muito mais tanques de guerra
E o povo tombou por terra como quem vira fumaça
Mas dentro de suas mãos, mulheres e homens caídos
Sementes de liberdade quase no último suspiro
Deixaram cair na terra,
E vão brotando na gente
Igual a um pé de milho

Data:

novembro de 2002

Recurso ID:

ONTHEROA607

Glossário

Compilado por Else R P Vieira. Tradução © Thomas Burns.

Canudos
(1) "Resistência camponesa ocorrida no sertão baiano, liderada por Antônio Conselheiro, no período de 1893-97. 0 povoado de Canudos chegou a organizar 25 mil pessoas. Cercado pelo Exército, resistiu durante cinco anos a várias ofensivas militares. Como disse Euclides da Cunha em Os sertões, obra clássica que descreve a resistência: "Canudos não se rendeu" (Fernandes, Bernardo Mançano e Stedile, João Pedro. Brava gente: a trajetória do MST e a luta pela terra no Brasil. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 1999, nota 32 p. 63). (2) "0 episódio de Canudos representa um dos pontos altos da luta dos camponeses pobres contra a repressão, a miséria e a fome. Seu líder, o místico Antônio Conselheiro, desde 1870, percorria o sertão do nordeste. ... no Arraial de Canudos fundou a cidade de Belo Monte, que chegou a reunir 30 mil sem-terra, pobres e carentes, e se tornar a segunda maior cidade da Bahia .... 0 pão era repartido igualmente. A posse da terra era coletiva... Em 1897, o Exército Nacional promoveu três expedições, imobilizando 12 mil homens com modernas armas... Em 5 de outubro de 1897, o Arraial de Canudos foi destruído e 5 mil soldados morreram em combate. ...A história de Canudos ocorreu na fase messiânica da luta pela terra (Calendário Histórico dos Trabalhadores. São Paulo: MST, Setor de Educação. 3a. edição, 1999, p.71). 

Antologia de poemas
Uma seleção de primeira mão, inédita dentro e fora do Brasil. Uma poética militante; a importância social e política do cantador, a construção de um cânone da despossessão; a mulher sem-terra; o tema da morte como horizonte de vida; o projeto pedagógico.
Else R P Vieira

		À Universidade da página bem-vinda de Nottingham

Vozes Sem Terra, site hospedado pela
School of Languages, Linguistics and Film
Queen Mary University Of London, Grã-Bretanha

Coordenadora do Projeto e Organizadora do Arquivo: Else R P Vieira
Produtor do Web site: John Walsh
Arquivo criado em janeiro de 2003
Última atualização: 07 / 05 / 2016

www.landless-voices.org