Vozes Sem Terra -> Imagens & Vozes -> Por categorias -> Cultura: O cânone da excl …

English | Português

As Imagens e as Vozes da Despossessão: A Luta pela Terra e a Cultura Emergente do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra)

Língua:

Português (change language to English)

Esta página:

Cultura emergente por categorias -> Cultura: O cânone da exclusão 10 recursos (Categorias culturais produzidas por & © Else R P Vieira)

AnteriorAnterior    recurso: 4 de 10    Seguinte

Este recurso se encontra também em:

Poemas

Autor:

Aracy Cachoeira

Título:

Debaixo do viaduto (1)

Com fome e frio, sobre um pedaço de papelão(2), o pobre velho estende a mão trêmula, desamparada.
Mão cansada, que já não agüenta e aos poucos se abandona vazia.
Agora somente o olhar perdido, decepcionado, sofrido, buscando compreensão.
Olhar tristonho de quem ansioso espera de alguém um gesto de amor.
Assim as horas se passam, enquanto uma esmola espera, suas forças vão se acabando, seu íntimo se desespera.
Num último esforço possível, apalpa o estilangado(3) seco, pega o cobertor enfumaçado, e na mais dramática cena, agarrado aos trapos suspira, enquanto calmo e sereno, o último sopro de vida, lentamente se expira.
Mas não haverá choro, não haverá velório, nem luto, é apenas mais um mendigo que morre, debaixo do viaduto.

1 Expressão da solidariedade dos Sem-Terra com outros destituídos e excluídos, os mendigos Sem-Teto que residem debaixo do Viaduto do Chá, no centro da cidade de São Paulo. O poema, escrito em 1988, integra a coletânea (inédita) de autoria de Araci Cachoeira intitulada Poemas de São Paulo. A autora relata que se encontrava nessa cidade, numa noite de intenso frio, quando viu o mendigo expirando seus últimos suspiros. Por ele, nada mais havia a fazer. Movida de um intenso sentimento de fraternidade, ela interrompe seu trajeto para escrever para ele esse réquiem.

2 Os mendigos que moram nos espaços públicos debaixo dos viadutos utilizam caixas de papelão para improvisarem uma casa ou erguerem o equivalente a uma parede que lhes assegure uma certa privacidade.

3 Regionalismo do Vale do Mucuri para trapo, molambo.

Poemas : Editado por Else R P Vieira. Tradução © Bernard McGuirk.

Data:

novembro de 2002

Recurso ID:

UNDERTHE998

Antologia de poemas
Uma seleção de primeira mão, inédita dentro e fora do Brasil. Uma poética militante; a importância social e política do cantador, a construção de um cânone da despossessão; a mulher sem-terra; o tema da morte como horizonte de vida; o projeto pedagógico.
Else R P Vieira

		À Universidade da página bem-vinda de Nottingham

Vozes Sem Terra, site hospedado pela
School of Languages, Linguistics and Film
Queen Mary University Of London, Grã-Bretanha

Coordenadora do Projeto e Organizadora do Arquivo: Else R P Vieira
Produtor do Web site: John Walsh
Arquivo criado em janeiro de 2003
Última atualização: 07 / 05 / 2016

www.landless-voices.org